6 PASSOS para organizar o seu dinheiro!

Olá, tudo bem? Como você organiza o seu dinheiro?

Recebo muitas perguntas no Instagram (@abcdinheiro) sobre como organizar o dinheiro passo a passo. Por isso, resolvi fazer este artigo para você conseguir de vez organizar a sua vida financeira.

Vamos lá?

PASSO 1 – Organize o seu dinheiro aos poucos

Você já fez download de uma planilha de gastos ou então começou a anotar em um caderno e parou no meio do mês? Ou então, não durou uma semana? Saiba que isso é normal. Fazer um orçamento pessoal não é fácil para a maioria das pessoas.

Se você não tem o hábito de anotar e de repente quer anotar todos os seus gastos de um mês inteiro, você vai  desanimar e desistir no meio do processo.

Eu sugiro o seguinte método de finanças pessoais que muitas pessoas já testaram e funcionou:

Método eficaz para anotar gastos

  • Anote TUDO que você gasta durante 5 dias.

Você foi à padaria e tomou um cafezinho? Anote. Teve que comprar um presente de última hora? Anote. Água, emergências com o carro, roupas? Anote. Não importa se for em uma planilha, caderno ou aplicativo, escolha o que você mais gosta e se sente mais confortável para anotar.

Comece na segunda feira para entender como você gasta o seu dinheiro ao longo da semana.

  • Acabaram os 5 dias? Hora de refletir.

Fiz uma simulação na tabela abaixo. Faça em uma planilha ou em seu caderno, como preferir.

organizar o seu dinheiro

Anote as informações da seguinte forma:

  • Data: lembre-se de começar na segunda feira.
  • Gasto: com o que você gastou? Não pense se foi uma decisão ruim ou não, apenas anote.
  • Motivo: o que levou a fazer essa compra? Pressa, necessidade, falta de tempo, preguiça? Anote os motivos.
  • Essencial: foi um gasto que poderia ter sido evitado ou não?

Gastos não essenciais

Você respondeu não para algum gasto durante esses 5 dias, certo? Vamos refletir em como solucionar e evitar esses gastos nos próximos dias?

  • Roupas: Poderia ter passado direto por aquela loja. Da próxima vez, não vou entrar porque sei que vou comprar.
  • Sanduíche: Posso levar de casa, é fácil e mais barato.
  • Chicletes: Comprei no restaurante. Com certeza na banca de revistas seria mais barato.
  • Estacionamento: Estava atrasada e não tive tempo de procurar mais. Da próxima vez vou chegar mais cedo para não pagar estacionamento. Muito caro!
  • Cafezinho: Foi só neste dia! Como tenho cafeteira em casa, vou fazer antes de sair para o trabalho.

ATENÇÃO: Você percebeu que eu coloquei pagar por almoço como ESSENCIAL? Achou estranho? Saiba que o essencial para um, pode não ser essencial para outro. Claro, a solução para isso seria levar marmita todos os dias mas e se a comodidade de almoçar fora de casa for importante para você? Almoçar fora significa mais do que gastar dinheiro, é sair um pouco do ambiente de trabalho, conversar com os colegas, não ter que cozinhar. É a sua felicidade em pequenos gastos, não se sinta culpada(a).

 

Para entender mais SOBRE os seus gastos: Entenda o sentimento que está por trás de cada compra (ansiedade, tristeza, ABORRECIMENTO, PREGUIÇA, etc…)

 

Pronto! Vamos deixar este passo de lado (por enquanto) e começar a construir a sua organização mensal.

 PASSO 2 – Anote as suas receitas

O próximo passo é anotar as suas receitas, ou seja, tudo que você ganha ao longo do mês.

  • Salário: se você for autônomo, coloque o valor médio que você recebe todos os meses. Já descontados os impostos e benefícios.
  • Aluguel: se você tem casa ou apartamento que dispõe para alugar e recebe um valor mensal.
  • Horas extras: dinheiro que você recebe por horas extras.
  • 13º salário: para o fim do ano.
  • Outros: acrescente outras receitas que tiver.

PASSO 3 – Anote as suas despesas fixas

As despesas fixas são despesas de pagamento básico e indispensável. Normalmente, o valor é fixo porque não altera de acordo com o que você consome. Um aluguel e condomínio, por exemplo, não diminuem se você ficar alguns dias viajando. Esse tipo de despesa não permite corte nem redução do valor.

Coloquei alguns exemplos de despesas fixas, você vai acrescentar as despesas de acordo com a sua realidade financeira. Algumas você não tem, então não precisa escrever e outras que eu não citei, você pode acrescentar.

PASSO 4 – Anote as suas despesas variáveis

Sabe aqueles gastos que você anotou no primeiro passo? Agora está na hora de juntá-los e colocar em um lugar só. O passo 1 é de 5 dias, então o certo é você repetir o processo até completar um mês.

organizar o dinheiro

A tabela acima está com exemplos de algumas despesas variáveis, você acrescenta e retira de acordo com a sua realidade financeira. Se você não paga estacionamento, por exemplo, não precisa colocar.

PASSO 5 – Faça o balanço: Receitas – Despesas

Agora é o mais importante, saber se e entender a sua realidade financeira.

Você somou as suas receitas, despesas fixas e depois as despesas variáveis. Agora, você diminuir as despesas das suas receitas.

Vamos imaginar a seguinte situação:
  • Sua receita total é R$2.000,00
  • Suas despesas fixas são R$1.200,00
  • Suas despesas variáveis são R$ 400,00

A conta seria: R$2000 – R$1200 – R$400 = R$400,00

  • Neste caso, sobram R$400,00 no fim do mês para você poupar para algum objetivo financeiro. Se você não tem objetivos financeiros, eu fiz um vídeo falando sobre isso. É só clicar AQUI para assistir.

PASSO 6 – Avalie a sua situação financeira

Ótimo, estamos próximos ao fim do processo.

Agora, é importante avaliar como está a sua situação financeira de acordo com a conta Receitas – Despesas

  • Se a conta do passo 5 deu positivo é sinal verde, significa que as suas receitas estão maiores que as suas despesas e isso é ótimo. É um bom momento para começar a investir e poupar para os seus objetivos.
(Veja o vídeo de 5 passos para começar a investir, clicando AQUI)
  • Se a conta deu R$0 ou próxima disso é sinal amarelo, está na hora de rever os seus gastos e propor soluções de corte. Volte às suas despesas fixas e variáveis e avalie o que pode ser cortado.
  • Se a conta deu negativo é sinal vermelho! Pare tudo que está fazendo e procure cortar gastos ou aumentar a sua renda. Esse cenário é muito perigoso, se você não tem dívidas, pode ter a qualquer momento. Fique atenta(a)!

Veja o vídeo:


O que achou do artigo, esclareceu as suas dúvidas? Vote também para eu saber se você gostou.
[Total: 3    Média: 4/5]

Compartilhe este artigo para ajudar outras pessoas a organizarem o seu dinheiro.

Receba as melhores dicas para ter uma vida financeira EQUILIBRADA!

(Eu também odeio SPAM!)

Kalina Barsante

Sou formada em Administração, Educadora Financeira e apaixonada por finanças pessoais. O meu objetivo é te ajudar a ter uma vida financeira equilibrada. IG: @abcdinheiro

Website: http://www.youtube.com/abcdinheiro

4 Comentários

  1. Regina

    Ola amiga preciso de uma planilha familiar e uma pessoal tambem teria como enviar no email?

  2. Washington Mickey

    Há condições de vice me enviar essas planilhas modelo?

    Obrigado

    • Oi Washington,
      Esta eu fiz apenas para as imagens mas vou te enviar no email uma que pode te ajudar.
      Abraços
      Kalina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *