Caso Burberry: Por que as marcas de luxo queimam o seu estoque?

Esses dias, veio a notícia de que a marca de luxo Burberry QUEIMOU roupas, acessórios e perfumes que estavam fora da coleção ou que já estavam vencidos (no caso, os cosméticos) no valor de R$141 milhões no ano passado.

A notícia vem como um choque e o primeiro pensamento que vem a cabeça é: por que algo deveria ser destruído quando você pode doá-lo ou reciclá-lo, certo?

Mas para grande parte das marcas de luxo, não é assim que funciona e é disso que eu vou falar neste artigo

queimar roupas

Fonte: G1

 

A ideia de produtos de luxo é: são escassos e nem todo mundo consegue comprar. Então, essas marcas estão constantemente preocupadas se os seus produtos começam a ficar baratos e todo mundo passa a ter acesso.

Para preservar essa exclusividade, as marcas preferem destruir seu estoque morto, que são os produtos de outras estações, por exemplo.

Essa é uma prática comum na indústria do luxo, mesmo que ela seja a última opção.

Algumas marcas fazem vendas especiais para funcionários e imprensa e o que sobra, acaba na fogueira. É o caso da Louis Vuitton, que não tem liquidação, ou vendem um produto a determinado preço, ou param de vender.

A questão é, os tempos estão mudando: cada vez mais buscamos marcas que tenham responsabilidade social e ambiental, por isso notícias como essa não são mais aceitas.

Mudar isso está sendo um grande desafio para as marcas de luxo que querem que os seus produtos sejam comprados por um público muito restrito mas não sabem o que fazer com a sua produção em excesso.

 

Claro, elas poderiam fazer várias coisas:

  • Liquidações
  • Doar para faculdades de moda e instituições de caridade
  • Reciclar, como já fazem algumas marcas
  • Fazer  upcycling, construindo uma peça nova a partir de uma antiga

Enfim, tem várias opções mas que também tem custos para essas marcas.

E você o que acha? Já tinha visto essa noticia,

 

Receba as melhores dicas para ter uma vida financeira EQUILIBRADA!

(Eu também odeio SPAM!)

Kalina Barsante

Sou formada em Administração, Educadora Financeira e apaixonada por finanças pessoais. O meu objetivo é te ajudar a ter uma vida financeira equilibrada. IG: @abcdinheiro

Website: http://www.youtube.com/abcdinheiro

2 Comentários

  1. thaiany dalla costa

    Eu nunca tinha ouvido falar sobre queima de produtos, em um mundo que encontramos hoje, em vez de deixar um mundo melhor para nossos filhos, estamos deixando pior, em questão ao meio ambiente e muitas coisas ja estão ficando escassas. Por esse motivo, principalmente por essas marcas usarem produtos de alta qualidade, como couro e outros tipo materiais mais difíceis de ser encontrado, não deveriam apenas liminar porque a moda mudou, ate porque sabe que a moda vem em vai, ao inves de queima-las, fazer reciclagem como, juntar varias outras bolsas e fazer vários outros modelos. Como dito na reportagem, muitas pessoas hoje em dia deixa de utilizar produtos que podem afetar drasticamente ao meio ambiente, industrias que andam lado a lado com esse ponto, pode ganhar mais admiradores, que aceitam até pagar a mais por isso.

    • Maria claudia de andrade martins

      eu nunca tinha ouvido falar isso, a gente fica até triste, porque não fazer uma liquidação com preços mais acessíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *